História do Clube

ctm_93

O Centro de Treino Municipal – CTM – foi fundado a 14 de Outubro de 1993 através de uma deliberação da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar. Num projeto que visava potenciar o desporto aguiarense, em que o Presidente da Câmara Municipal deu aval ao projeto apresentado pelo Professor Alfredo Brigas, treinador de basquetebol nível 3.

A sua constituição formal foi a 3 de Novembro desse ano com a indigitação de Alfredo Brigas como elo de ligação entre o CTM e a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar.

A sua 1ª iniciativa foi a colaboração com a Câmara Municipal na Inauguração do Pavilhão Municipal a 4 de Novembro de 1993, onde esteve presente a equipa sénior de Basquetebol do Futebol Clube do Porto. Esta iniciativa foi a 1ª grande jornada de captação de jovens para o Basquetebol, em Vila Pouca de Aguiar.

Em Novembro de 1993 deu-se início à atividade regular na modalidade de Basquetebol.

Em Dezembro de 1993, receberam formação na Associação de Basquetebol de Vila Real, 7 monitores indicados pelo CTM, que iniciaram a sua atividade com os jovens praticantes.

A 11 de Dezembro de 1995 foi assinada Escritura Notarial para constituição da Associação Desportiva com a denominação de Centro de Treino Municipal de Vila Pouca de Aguiar, com sede no Pavilhão Desportivo Dr. Francisco Gomes da Costa, conforme Diário da República nº 22 de 26 de Janeiro de 1996.

O 1º Presidente do CTM foi, por inerência de cargo, o Sr. Dr. António Gil, Presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, tendo dirigido os destinos do CTM desde a sua fundação até 1994.

O 2º Presidente do CTM, também por inerência do cargo, foi o Sr. Dr. Carlos Alberto Cordeiro Ambrósio, Presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, que sucedeu o Sr. Dr. António Gil na Presidência da Câmara Municipal e na Presidência do CTM, assumindo esta desde Janeiro de 1994 a Dezembro de 1995.

Terminou nesta data de Dezembro de 1995 o ciclo de gestão camarária, altura em que o CTM se autonomiza definitivamente da Câmara Municipal, através da transformação do CTM numa Associação Civil de Formação, Fomento e Desenvolvimento Desportivo.

Houve então um período de 2 anos em que o CTM foi gerido por uma Comissão Instaladora constituída por Carlos Alberto Cordeiro Ambrósio, António Marcelo Fernandes e Alfredo Alberto Cabral Brigas.

A 12 de Setembro de 1997 foi eleito Presidente do CTM, para o biénio 97-99, António Marcelo Fernandes. Iniciou-se assim uma nova era no CTM, através de uma gestão autónoma do clube.

A 27 de Outubro de 1999 foi eleito Presidente do CTM, para o biénio de 99-2001, o Dr. José Carlos Rendeiro, que tendo sido reeleito para o biénio 2001-2003.

Neste biénio o clube teve os seus momentos de glória, alcançando dois títulos nacionais, Taça Nacional de Cadetes em 2001 e Taça Nacional de Juniores em 2003, no sector feminino. Na época de 2001 venceu o conceituado Torneio Internacional de MAlgrat -Barcelons.

A 16 de Dezembro de 2003 realizou-se assembleia eleitoral, tendo sido eleito para Presidente da Direção o Dr. Armando José Ferreira Mourão que, com os restantes elementos tomou posse e exerce funções desde 1 de Janeiro de 2004.

Desde a sua fundação que a mola real do Clube tem sido o fomento da prática desportiva do Basquetebol, muito especialmente a formação de jovens jogadores, tanto no sexo masculino como no sexo feminino.

Outras das atividades de grande destaque organizadas pelo CTM são os Campos de Férias, contando já com vários grandes campos de férias de Verão e outros nas alturas do Natal,  Páscoa e Carnaval.

O CTM também foi o grande catalisador do desporto de lazer e, tendo sido o grande impulsionador das práticas de Ginástica Aeróbica, Natação, Musculação Ténis de Mesa.

Atualmente conta com 3 modalidades federadas, para além do Basquetebol foram criadas as secções de Atletismo e de Ciclismo.

Neste momento o CTM conta com 220 associados, que são ao mesmo tempo praticantes das referidas modalidades.

A dinamização de atividades de desporto para todos, também é uma das apostas atuais, para além dos eventos do BTT (edição de 2016 com 45o participantes) e do Trail Running e Caminhada solidária (que em 2016 tiveram 750 participantes).